19/07/2019

Coopercica: Automações melhoram segurança e processos em rede de cooperados

 

Fazer a segurança em ambientes de supermercado é um trabalho com muitos desafios. O grande fluxo de pessoas e a vulnerabilidade a que está sujeita a mercadoria em exposição exigem atenção e um monitoramento meticuloso do que acontece dentro das lojas. Além disso, índices de segurança como a pesquisa mais recente da Abrappe (Associação Brasileira de Prevenção de Perdas) apontam que, só em 2018, os furtos externos foram responsáveis por 20% e os furtos internos por 11% das perdas nas empresas varejistas.

Questões que motivaram a Cooperativa de Consumo Coopercica a investir em segurança eletrônica. Uma das estratégias adotadas pela cooperativa de supermercados foi aprimorar o videomonitoramento e controle de acesso em sete lojas da rede. O projeto de segurança foi feito pela empresa Eletrics Tecnologia e Telecom, que usa o D-Guard há oito anos e adquiriu o Situator recentemente. Veja os detalhes deste projeto e os insights que ajudaram a garantir a segurança patrimonial, dos funcionários e dos cooperados da Coopercica.

O Projeto

17 DVRs com 16 câmeras cada (no total 272 câmeras multimarcas), além de sete módulos IO e 4 câmeras IP compõem a estrutura, que é gerida pela própria equipe da Eletrics para o monitoramento 24h de sete mercados. 

“Todas as entradas de funcionários possuem controle de acesso com biometria e imagem, a liberação é feita por nós via D-Guard. Depois de autorizada, a pessoa entra e nós fechamos, tudo via software, já que as portas têm sensores”, explica o diretor da Eletrics, Evandro de Abreu.

O uso do sistema VMS fez a empresa reduzir os custos que tinha para manter um efetivo noturno, já que neste período o monitoramento passou a ser feito só pela Eletrics. Durante o dia, outras estratégias auxiliam na segurança das lojas.

“No dia a dia nos mercados, usamos sensores de movimento em áreas mais sensíveis, como a de carnes e frios, onde ocorrem mais furtos. Assim, fazemos o monitoramento integrado de imagem e movimento via D-Guard à distância e emitimos alertas em caso de furtos verificados pela nossa central, acionando o fiscal na loja e permitindo mais agilidade e eficácia nas ações a serem tomadas”, revela Evandro.

Além da segurança, o D-Guard também foi usado para aprimorar processos internos, fazendo o controle das temperaturas dos freezers, da casa de máquinas e geladeiras via automação.

Diferenciais

A liberação de portas, a gestão de alarmes, gravações e iluminação das lojas é toda feita pelo implementador do projeto, de forma remota via D-Guard. Evandro conta que algumas características da solução da Seventh a fizeram ser escolhida para este projeto. “O fato de ser multiplataforma e multi clientes nos permite conectar vários clientes ao software, o que ajuda muito na gestão rápida e fácil. Além disso, a atualização constante e recursos como analítico fazem o sistema estável e fácil de usar pelo operador”, detalha Evandro.

A confiança na Seventh fez a Eletrics investir também no Situator e planejar novas ações. “Com o Situator pretendemos registrar todos os eventos, desde o acionamento de portas, e periféricos. Também queremos ter uma câmera na entrada da loja, para fazer um registro fotográfico da chegada de cada profissional, assim como o armazenamento de todos os disparos de eventos e analíticos das câmeras, criando um histórico completo de tudo o que acontece nos locais monitorados.

A Eletrics

A Eletrics Tecnologia e Telecom é uma empresa parceira da Coopercica, que atua desde 2006 na área de segurança eletrônica, fornecendo serviços de engenharia, assessoria técnica, manutenção e instalações de equipamentos. Também opera sistema de monitoramento e gerenciamento de imagens, para a visualização em tempo real e backup das ocorrências que estão sendo acompanhadas.