Khronos monitora mais de 6.000 câmeras com sistema da Seventh

18/03/2014

khronos-6000

Com o monitoramento de imagens e de alarmes integrado, a Khronos entrega aos usuários um serviço que reduz ao máximo erros gerados por falha humana

A Khronos, empresa que atua nas áreas de segurança patrimonial privada, eletrônica e humana no Sul do País e no Mato Grosso, alcançou o número de 600 clientes – mais de 6 mil câmeras – atendidos pelo D-Guard Center, sistema de monitoramento de alarmes desenvolvido pela Seventh. A conquista foi atingida com menos de três anos de parceria entre as empresas e este número, portanto, tende a crescer nos próximos anos. “Atuamos com os sistemas de monitoramento de imagens e de alarmes integrados. Assim, conseguimos obter o máximo de eficiência no tratamento de qualquer evento monitorado”, atesta Giovane Quintino, gerente de videomonitoramento da Khronos.

A integração dos sistemas é possibilitada pela parceria entre a Seventh, com o sistema de monitoramento de imagens D-Guard Center, e a Segware, com o sistema de monitoramento de alarmes Sigma. Assim, imagens e alarmes são gerenciados em uma única interface, integrando funcionalidades de ambos os sistemas. “Reduzimos muito a falha humana, priorizando a eficiência com qualidade. Com o D-Guard, conseguimos também concentrar praticamente qualquer equipamento [câmeras] de monitoramento de imagem fornecido pelo nosso mercado, reduzindo o investimento interno em servidores, softwares e efetivo humano”, explica Giovane.

“Optamos pela solução por ser 100% nacional, de fácil contato, suporte 24 horas e facilidade em parceria em projetos e cases”, aponta o gerente. Além disso, a Seventh está sempre customizando o sistema junto a Khronos e o verificando remotamente, reduzindo ao máximo a possibilidade de erros. “Isso sem falar nos treinamentos com nosso pessoal e atualizações conforme necessidade e demanda”, comenta.

A Khronos possui um Núcleo de Monitoramento na cidade de São José, em Santa Catarina, além de outros independentes, como na Universidade Federal de Santa Catarina e no Condomínio Pedra Branca. Todos são projetados para trabalhar 24 horas por dia e sete dias por semana.