15/01/2019

V SEVENTH TECH CONFERENCE

V Seventh Tech Conference

 

Seventh Tech Conference 2018 reúne
as principais empresas do setor de segurança

Quinta edição do evento promovido pela Seventh para apresentar as
inovações e lançamentos para os próximos anos superou as edições anteriores

 

Anualmente a Seventh promove um encontro com seus principais clientes, proporcionando dois dias de imersão em tecnologia e inovação. O objetivo é apresentar aos convidados – em primeira mão – as novidades que foram desenvolvidas ao longo do ano e que serão disponibilizadas em 2019 para o grande público. O evento aconteceu no hotel Jurerê Beach Village, na paradisíaca praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis – SC, reunindo palestras e debates em um clima propício para a troca de ideias e de boas práticas entre os participantes.

A empresa preparou uma experiência única para seus clientes de diversas partes do Brasil. Com 150 convidados exclusivos, o Seventh Tech Conference 2018 proporcionou uma aproximação ainda maior com parceiros e clientes. O evento aconteceu entre os dias 22 e 23 de novembro de 2018. Organizado pela Seventh, o Seventh Tech Conference 2018 foi patrocinado pelos parceiros de negócios: Control ID, Fulltime, Intelbras, Lacerda, Moni, Nice, PPA, SCond, SDC, Somaseg, Uniview, Utech e obteve o apoio da ABESE.

 

Primeiro dia | 22 de Novembro de 2018

O evento teve início com as boas vindas de Paulo Schwochow, diretor da Seventh, que realizou a abertura da conferência, seguida pela rodada de palestras iniciada pelo também diretor, Carlos Schwochow. Carlos contou um pouco da história da Seventh, de como a empresa surgiu e quais foram os desafios encontrados pelo caminho. Ele expôs o contexto histórico da Seventh, demonstrando em uma espécie de linha do tempo os períodos mais marcantes da empresa. “Começamos desenvolvendo hardwares e nem sonhávamos chegar onde estamos agora. Hoje com mais de 1 milhão de câmeras monitoradas, nossos sistemas já estão presentes em mais de 10 mil projetos de monitoramento. São mais de 500 empresas utilizando nossas soluções para prestar um ótimo atendimento aos seus clientes”, destaca Schwochow. No segmento de centrais de monitoramento de imagens, a Seventh possui mais de 90% do mercado brasileiro. Nos últimos 6 anos a Seventh foi vencedora do prêmio de “Melhor Inovação Tecnológica”, sendo que em 2018 ainda conquistou o prêmio de “Inovação Tecnológica para Segurança Eletrônica” com a Chave Virtual, “Melhor Software VMS” com o D-Guard e “Melhor Solução para Gravação de Imagens em Nuvem”, com o D-Cloud. Carlos também falou sobre o crescimento da Seventh no mercado de projetos de monitoramento, no qual a empresa tem uma posição de destaque, atuando em diversas regiões do Brasil e expandindo fortemente as relações comerciais na América Latina, além de demonstrar aos convidados um pouco do ambiente inovador e criativo da Seventh, onde a inovação está presente na prática, tanto no ambiente, quanto na cultura da empresa.

 

Seventh Tech Conference 2018

 

D-Guard Center e D-Guard Projects

Os gestores comerciais Ivo Junkes e Ricardo Reibnitz apresentaram os carros-chefes da Seventh, os sistemas D-Guard Center (software de videomonitoramento para Centrais de Monitoramento de imagens) e o D-Guard Projects (software de videomonitoramento para Projetos de Monitoramento de imagens). Ivo Junkes iniciou a palestra abordando os principais benefícios do sistema para as Centrais de Monitoramento, dando foco na integração do sistema de monitoramento de vídeo em conjunto com o sistema de monitoramento de alarmes. Na sequência, Ricardo apresentou o sistema D-Guard Projects e as inúmeras possibilidades que ele proporciona aos projetos de monitoramento. Ivo e Ricardo também demonstraram que é possível utilizar os dois softwares em conjunto, ou seja, uma central de monitoramento pode oferecer um projeto de monitoramento para seus clientes, para que os clientes possam realizar o seu próprio monitoramento, além do monitoramento privado.

 

D-Guard | Eventos customizados e API do D-Guard – Marcelo Jaloto

Marcelo Jaloto, do time de desenvolvimento da Seventh, realizou a abertura da rodada de palestras com as inovações realizadas no sistema D-Guard, software de videomonitoramento da Seventh. “Na nova versão já é possível integrar outros aplicativos sistemas ao D-Guard”, destaca Marcelo. Além da integração, é possível realizar a criação de eventos customizados de acordo com a necessidade do usuário, fazendo com que o sistema atue em conjunto com outras soluções, com o objetivo de otimizar operações de controle, segurança e monitoramento.

 

D-Guard | Bookmarks – Hugo Cardoso

Hugo Cardoso apresentou a nova funcionalidade de Bookmarks do D-Guard. Iniciando pelo conceito de bookmarks, Hugo falou também sobre a motivação da criação da funcionalidade, que “surgiu a partir da necessidade de marcações em um determinado evento de vídeo. Com isto, foram implementados na nova versão, dois tipos de bookmarks, as marcações únicas ou marcações de períodos (com início e fim)”, destaca Hugo.

 

D-Guard | Radar – Evento de velocidade máxima – Wagner Cunha

A nova versão do D-Guard possui um conjunto de funcionalidades que permitem gerar um evento de velocidade máxima ultrapassada e executar determinadas ações quando um veículo for registrado cometendo a infração. Essa necessidade foi apresentada em um projeto de condomínio horizontal, na qual o próprio condomínio buscava notificar os proprietários de veículos por excesso de velocidade dentro da área de estacionamento. Para isto, o serviço de análise de velocidade de objetos foi adaptado, permitindo configurar o valor da velocidade máxima. Cada conjunto de áreas com um sentido específico agora pode ter um limite de velocidade diferente. Em uma cena com várias pistas, pode ser configurada a velocidade limite de cada pista ou de cada sentido separadamente. Neste caso específico, o condomínio solicitou que fosse registrado um snapshot, imagem, de cada veículo cometendo a infração. Para isso, foi criado no D-Guard um novo tipo de evento, onde o usuário pode definir, para cada analítico de velocidade, um conjunto de ações diferente. Além disso, a ação de snapshot de câmera foi adaptada para permitir escrever uma legenda configurável na imagem. Neste caso, a legenda configurável permite escrever a velocidade que foi detectada no momento da infração. Para obter este resultado foram utilizadas duas câmeras, uma com uma visão superior onde é feita a análise de velocidade, e outra com uma visão aproximada do veículo, na qual é possível fazer a leitura da placa. O resultado obtido permitiu atender a demanda do condomínio em questão, além de preparar o D-Guard para mais esse cenário de uso.

 

D-Guard Web | Configurações via WEB – Bruno Mondini

“Agora é possível configurar todo o sistema D-Guard por meio de um browser. Não há mais a necessidade de, após instalar o D-Guard em um servidor, ficar em pé na frente do rack, acessar via Área de trabalho remota e etc”. Estas foram as palavras que Bruno Mondini utilizou para dar início à palestra sobre as configurações do sistema D-Guard, que agora podem ser realizadas via Web. Além do licenciamento do software, todos os botões de configurações da aplicação estão agrupados e categorizados dentro da tela WEB. Este agrupamento dos botões facilita ao instalador/técnico a realização dos ajustes necessários no sistema. Se é um sistema novo, que se configura desde o marco zero, pode-se adicionar o equipamento a ser monitorado, configurar apenas um canal de vídeo do equipamento (stream, transmissão, gravação e etc) e replicar para todos os outros canais deste e/ou de outros dispositivos adicionados no D-Guard. A interface web serve para ajudar não só numa nova instalação, mas nas manutenções preventivas e corretivas que se façam necessárias, podendo até diminuir a necessidade de deslocamento técnico para tais atendimentos. Tudo o que é feito no ambiente WEB acontece em tempo real na aplicação, seja no servidor ou na estação de monitoramento. A administração WEB entrega ao usuário também as configurações mobile, para o D-Guard Mobile e a tela de Eventos, uma vez que esta configuração permitirá a geração de alertas e disparos de notificações através das ações programadas. Ou seja, se for necessário disparar e-mails, SMS, controlar I/O’s, entre outras ações, tudo agora está disponível no ambiente WEB, dispensando a necessidade de acesso via área de trabalho remota ao servidor para tais ajustes, mesmo que a aplicação do D-Guard se encontre integrada com outro sistema.

 

Situator | Do protótipo ao produto consolidado | API – Rafael Biz

Rafael Biz assumiu o microfone para falar de como surgiu o Situator, sistema PSIM da Seventh para gerenciamento de eventos e controle de acesso, que entrou no mercado em 2016 e está fazendo sucesso no segmento da segurança. Rafael contou todas as etapas de desenvolvimento da solução, que passou por diversas mudanças desde que foi disponibilizada ao mercado. Após passar por um processo de redesign em sua interface de monitoramento e configuração, o Situator, em sua última versão, agradou os usuários do sistema. “Buscamos otimizar o layout do Situator nos últimos meses, utilizando componentes semelhantes em todo o sistema, com o intuito de facilitar a navegação e a orientação do usuário na configuração e operação. Além da nova interface de configuração do Situator, que foi projetada para que o usuário siga uma lógica de preenchimento muito mais simples e intuitiva, a interface de monitoramento também foi melhorada, para que possa atender as operações de forma mais rápida e assertiva.”, conclui Rafael. Além das atualizações, o Situator agora também possui uma API para integração com aplicações de terceiros. Uma API é um conjunto de serviços definidos por uma interface disponibilizados através do protocolo HTTP. Desta forma, esperamos que cada vez mais aplicações possam ser integradas ao Situator, aprimorando a comunicação entre os equipamentos de segurança e controle de acesso, garantindo mais eficiência aos usuários da solução.

 

Situator | Auditorias | Melhorias na interface – Felipe Liberal

Felipe Liberal falou sobre as mudanças nos recursos de auditorias do Situator, que agora permitem que os auditores visualizem não só as operações realizadas pelos operadores, mas também o envio de E-Mails, SMS e as mensagens enviadas pelo sistema. Felipe demonstrou nas telas do sistema, os passos e as permissões necessárias para habilitar a funcionalidade. Além das mudanças na auditoria, o Situator passou por um redesign na interface de monitoramento, que na nova versão, foi desenvolvida para se adaptar às diferentes resoluções de monitores, comportando altas e baixas resoluções sem haver quebra de layout. Felipe também apresentou a aba de dados, que está presente na nova tela monitoramento do Situator e fornece as principais informações relacionadas ao atendimento realizado.

 

Situator | Atendimento automático – Jonathan Janson

Jonathan Janson da equipe Seventh falou sobre a nova funcionalidade de atendimento automático do Situator, que irá proporcionar mais agilidade no atendimento de eventos, mais precisão nas auditorias e redução das possibilidades de erros nas operações. Agora é possível realizar atendimentos de eventos por ligação e/ou diretamente na tela, que contribui para a redução de ruídos no ambiente operacional. Jonathan demonstrou as telas do sistema e as configurações necessárias para habilitar a nova funcionalidade.

 

D-Guard Mobile | Melhorias – Tiago Barreto

Tiago Barreto subiu ao palco para demonstrar as melhorias realizadas no aplicativo D-Guard Mobile no ano de 2018. Além das melhorias de usabilidade e navegação, os aplicativos passaram por um upgrade de layout e performance, garantindo para o usuário uma experiência ainda melhor. Tiago também demonstrou as novas possibilidades de seleção dos temas Light e Dark, além do novo design para a grade de câmeras, o novo recurso de pesquisa na área de câmeras e as melhorias na área de automação do aplicativo mobile.

 

D-Guard | 64 bits – Wagner Cunha

A arquitetura do D-Guard vem sendo aprimorada constantemente para acompanhar as necessidades crescentes dos projetos de CFTV e das centrais de monitoramento. O aumento da resolução das câmeras, dos frame rates, dos usuários conectados e do número de câmeras gerenciadas pelo D-Guard vem aumentando a cada ano, tanto em projetos, quanto em centrais de monitoramento. Para que o sistema acompanhe esta evolução, foi necessária uma atualização importante na nova versão. Diferente do que se pode imaginar, um processador 64 bits não é duas vezes mais rápido do que um processador 32 bits. Esse valor de bits não está relacionado ao número de operações que o processador executa, mas sim ao tamanho dos dados que ele consegue processar. “Seria como comparar uma calculadora de 5 casas numéricas com uma calculadora de 10 casas numéricas. Ambas têm praticamente a mesma velocidade de cálculo, mas a segunda consegue calcular valores maiores. O sistema operacional Windows 64 bits possui um modo de emulação no qual executa um processo de 32 bits com perda de aproximadamente 4% de performance em relação ao processador físico de 32 bits”, explica Wagner. A maior deficiência do 32 bits é a quantidade de memória RAM que ele consegue utilizar. Um aplicativo 32 bits, quando executando no Windows 64 bits, consegue alocar no máximo 4GB de memória RAM. Para alguns clientes, especialmente em centrais de monitoramento, esse valor está sendo um limitador para a solução. Para romper esse limite técnico e permitir o uso de maior quantidade de memória RAM, o D-Guard vem sendo portado para 64 bits gradativamente. Atualmente já foram atualizados o compilador, a análise de placas de veículos – LPR, o processador de câmeras fisheye, o banco de dados, o decodificador de vídeo e o código fonte, restando somente o analítico de vídeo, que está em sua fase final da migração, mas já é possível afirmar que o D-Guard 64 bits pode ser utilizado quando essa funcionalidade não é necessária.

 

Situator | App Chave virtual – Tiago Barreto

“Por meio de um aplicativo para smartphones desenvolvido pela Seventh, moradores de condomínios residenciais ou funcionários de condomínios empresariais podem convidar pessoas para acessarem os locais desejados. Esta é a Chave Virtual da Seventh, solução ganhadora do prêmio de ‘Inovação Tecnológica para Segurança Eletrônica’”, destaca Tiago Barreto, do time de desenvolvimento da Seventh. Além de apresentar a solução, Tiago também demonstrou as melhorias realizadas na funcionalidade, que agora tem suporte a múltiplas contas, determinação de previsão de visitas com expiração de horários, além de diversas melhorias realizadas na performance e usabilidade. Por fim, Tiago demonstrou todos os componentes e estilos visuais adotados na nova versão e realizou um tour pela solução, que vem ganhando destaque no mercado de controle de acesso.

 

D-Cloud | Mapa de câmeras e Alerta de pânico – Vinícius Moll

Vinícius Moll da equipe Seventh apresentou as funcionalidades de visualização em Mapa e o alerta de pânico, funcionalidades presentes no sistema de armazenamento de imagens em nuvens da Seventh, o D-Cloud. Vinícius exibiu as telas do sistema, demonstrando a aplicação do zoom na área do mapa, evidenciando as imagens das câmeras e também a lista de alertas de pânico recebidos e/ou enviados para os usuários. Vinícius também mostrou o layout do novo aplicativo Mobile do D-Cloud, que será lançado no próximo ano.

 

Lançamento Seventh | Chave virtual e QR Code – Carlos Schwochow

Carlos Schwochow realizou no Seventh Tech Conference 2018 o grande lançamento da noite. Em conjunto com a RealNetworks (criadora do RealPlayer), a Seventh lançou o SAFR, módulo de reconhecimento facial que será integrado ao D-Guard e disponibilizado ao público em 2019. O SAFR é uma solução desenvolvida com ferramentas de inteligência artificial e machine learning de última geração e alta performance para reconhecimento facial em tempo real. Com este recurso é possível fazer a leitura simultânea de diversos rostos de maneira rápida e precisa. Alta precisão e desempenho são essenciais para qualquer solução de Reconhecimento Facial. Latência, falsos positivos e resultados questionáveis tornam um sistema inutilizável. Os algoritmos que alimentam a plataforma SAFR foram testados pelo NIST (Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia) dos EUA e contrastados com mais de 80 algoritmos diferentes enviados por diversas empresas e instituições de todo o mundo. O SAFR alcançou o maior nível de precisão e desempenho, o que determinou sua posição em uma categoria de excelência. A precisão e o desempenho obtidos pelo SAFR foram o resultado de uma um amplo trabalho de junção de dados e o uso de faces reais (ao invés de faces simuladas) para treinar o algoritmo. “Nossa parceria com a Seventh representa um passo significativo para a RealNetworks no esforço em construir parcerias importantes para segmentos distintos como marketing, vendas, integração, entrega e suporte de nossa solução de reconhecimento facial em todo o mundo”, disse Jose Larrucea, vice-presidente da América Latina da RealNetworks. A Seventh e a RealNetworks estão comprometidas em integrar suas plataformas e lançar suas primeiras soluções em parceria, no primeiro trimestre de 2019. “Estamos entusiasmados em aplicar a liderança da Seventh em monitoramento de vídeo e controle de acesso, para desenvolver e trazer para o mercado soluções inovadoras construídas com a plataforma SAFR, que serão ampliadas por meio de nosso extenso grupo de parceiros”, finaliza Carlos Schwochow, diretor da Seventh.

 

Coquetel de Confraternização

Após um dia recheado de informações e inovações, a Seventh ofereceu a seus convidados um coquetel de comemoração, proporcionando uma rica troca de ideias e networking, com direito a banda ao vivo e apresentação musical, para que todos pudessem relaxar, contemplar a boa música e aproveitar a estrutura do hotel, à beira da praia de Jurerê Internacional.

Coquetel V Seventh Tech Conference

Segundo dia | 23 de Novembro de 2018

O segundo dia do evento iniciou com a palestra sobre Smart Cities, com a participação de Thaís Nahas, que preparou uma palestra especial para o evento, demonstrando a importância de se pensar em cidades inteligentes e o quanto a tecnologia pode auxiliar no desenvolvimento urbano.

 

D-Guard | Multi-streams – Daniel Toledo

Daniel Toledo da Cybershop subiu ao palco para falar sobre a melhoria implementada no D-Guard, que auxiliou na criação de um projeto de grande porte, utilizando o sistema D-Guard. “Como se tratava de um projeto de grande porte (multi-site), com vários níveis de hierarquia, existia na ocasião, um servidor central (a nível nacional) conectado a outros servidores (a níveis estaduais), que por sua vez, eram conectados a um terceiro servidor (nível municipal), que transmitiam as imagens das câmeras IPs. Neste projeto, por mais que houvesse várias estações visualizando a mesma câmera na central nacional e outras estações visualizando a mesma câmera na central estadual, o D-Guard do município enviava a stream apenas uma vez para o servidor estadual, que por sua vez, enviava apenas uma vez para o nacional, gerando uma enorme economia de banda para o cliente” explica Daniel. Na maioria dos softwares do mercado, cada estação a nível federal estaria conectada ao servidor municipal, consumindo a banda de upload muitas vezes para a mesma câmera. “O que mudou é que nas versões anteriores, o segundo nível podia escolher a stream de monitoramento que seria baixada. Porém, a partir do terceiro nível, não havia escolha, era obrigatório baixar a mesma stream escolhida no segundo nível. Com esta melhoria, é possível escolher a stream que será baixada em qualquer nível na cadeia de monitoramento.” finaliza Daniel.

 

D-Guard Web | Nova tela de monitoramento ao vivo – Rafael Castro

Rafael Castro da equipe de desenvolvimento demonstrou o novo ambiente de monitoramento ao vivo do D-Guard Web, que possibilita ao usuário, além de visualizar as imagens das câmeras no ambiente web, configurar os layouts de exibição diretamente do D-Guard Web. Rafael também detalhou a tecnologia utilizada para o desenvolvimento da solução, que foi idealizada para gerar economia de consumo de link de internet, otimizando a experiência do usuário.

 

Seventh Academy | Bruno Mondini

Bruno iniciou sua palestra relatando a dificuldade que havia no passado, para apresentar os diversos recursos das ferramentas desenvolvidas pela Seventh. Para resolver este problema, a Seventh criou um ambiente educacional com uma estrutura completa, que só no ano de 2018 realizou 23 certificações técnicas, contando com a presença de 176 pessoas. “É importante ressaltar que a estrutura da Academy é completa e equipada para a demonstração de todos os recursos das nossas plataformas. Desde a parte de CFTV e automação, analíticos via software e também remotos (via câmera), como também a estrutura para portaria remota, da qual temos uma busca muito grande devido ao mercado que vem crescendo exponencialmente”, destaca Bruno. Nos treinamentos que ocorrem na Seventh Academy, são abordados conteúdos técnicos desde o princípio básico, até o nível mais avançado, permitindo que até mesmo uma pessoa com pouco conhecimento técnico possa obter o conhecimento necessário para explorar as funcionalidades do sistema e extrair o máximo de conteúdo do instrutor.

 

Encerramento

Para encerrar o evento com chave de ouro, a Seventh proporcionou um almoço em um dos restaurantes mais charmosos de Florianópolis: o Restaurante Villa do Porto, em Santo Antônio de Lisboa, onde foram servidos frutos do mar e pratos típicos da região. Após o almoço, os participantes se despediram e deram um excelente feedback sobre o evento que, em sua quinta edição, tem buscado cada vez mais proporcionar um clima de proximidade com os principais clientes e parceiros, gerando uma troca de experiências, ideias e inovações na área de tecnologia.